O Regional Sul

maio 18, 2024

Em São Martinho, beneficiários do Cadastro Único já podem solicitar kits de Sinal de TV Digital

O sinal de TV digital já está sendo implementado em São Martinho. Novas antenas foram instaladas na cidade para receber a frequência com mais qualidade de som e imagem. As instalações foram realizadas por equipes contratadas pelo Governo Federal, mas que tiveram o apoio e suporte das secretarias de Infraestrutura e Agricultura e Meio Ambiente do Município.

A infraestrutura da tecnologia recebida comportará até oito canais abertos, os quais já possuíam o registro analógico e optaram por qualificar o sinal durante o processo do Programa Digitaliza Brasil. Entre eles, estão NSC TV, TV Brasil, TV Escola e Canal Saúde.

Como forma de contribuir para a expansão imediata do sinal digital, o Ministério das Comunicações, através da Seja Digital e apoio da Administração Municipal, por meio do Centro de Referência em Assistência Social, o CRAS, kits conversores serão distribuídos gratuitamente às famílias inscritas até julho de 2022 no Cadastro Único.

Os beneficiários, entretanto, precisam manifestar interesse no aparelho que vai transformar o sinal analógico em digital através do site www.sejadigital.com.br ou pelo telefone 0800 000 1620.

É fundamental que o beneficiário tenha em mãos o número do NIS ou CPF no momento da requisição. Será neste contato que a Seja Digital informará o local de retirada dos aparelhos, bem como a data de instalação da nova tecnologia.

Quando concluída a implantação da nova tecnologia na cidade, o sinal digital poderá alcançar um raio aproximado de 18 quilômetros do ponto de instalação da antena, localizada em Alto São Martinho (Morro dos Kock), a depender das particularidades de relevo em que estiver localizada cada residência.

Outros canais ainda poderão preencher os espaços ociosos do sinal digital em São Martinho. Porém, isso só ocorrerá quando o Ministério das Comunicações abrir edital pertinente e se houver interesse das respectivas emissoras. Importante reforçar que a liberação dos sinais não passa pelo crivo da Administração Municipal.

 

 

 

 

Foto: divulgação | Município de São Martinho

Relacionados