O Regional Sul

abril 14, 2024

Luan é recebido com festa pela torcida do Grêmio

“Quem foi rei nunca perde a majestade”. O dito popular resume muito bem a recepção da torcida do Grêmio para Luan. De volta ao clube após deixar o Corinthians, o jogador desembarcou em Porto Alegre no início da tarde desta quinta-feira com festa da torcida no Aeroporto Salgado Filho.

Aos gritos de “Luan, Luan, Luan”, cerca de 200 torcedores esperavam pelo jogador em um dos portões do aeroporto. O jogador apareceu por volta das 13h40 e, com um boné do Grêmio, foi ao encontro dos torcedores para uma rápida saudação. Em seguida, ele entrou em um carro particular e deixou o local sem falar com os jornalistas.

Anunciado pelo clube nesta manhã, Luan irá direto para o CT Luiz Carvalho para realizar exames e cumprir os últimos trâmites antes da assinatura de contrato. O vínculo com o Grêmio vai até o final do ano. Ele receberá um salário de cerca de R$ 50 mil, consideravelmente menor dos cerca de R$ 800 mil que recebia no Corinthians.

Eleito o Rei da América e campeão da Libertadores em 2017, ele retorna ao clube gaúcho após três anos e meio. Chega em baixa, após um período de ostracismo no clube paulista.

A contratação do jogador foi um pedido do técnico Renato Portaluppi. O ídolo tricolor revelou as conversas para repatriá-lo e acredita que, sob o seu comando, Luan pode voltar a jogar o bom futebol que o consagrou durante a passagem pelo clube.

Além de Renato, Luan retomará no Grêmio a parceria com Geromel e Kanneman, remanescentes da conquista da Libertadores. O jogador de 30 anos também voltará a vestir a camisa 7, número emblemático do clube e que usou na passagem anterior. Nathan, o antigo dono, já utilizou a 14 durante a derrota por 2 a 0 para o Flamengo na noite de quarta.

Luan agora se preparará para voltar a disputar uma partida. A mais recente ocorreu ainda pelo Santos. Em 10 de novembro do ano passado, o atacante participou da derrota por 3 a 0 para o Botafogo. São exatos 259 dias sem entrar em campo.

Neste ano, o meia-atacante trabalhou à parte dos companheiros de Corinthians. Recentemente, se envolveu em polêmica ao ser agredido por torcedores do Timão em um motel de São Paulo, episódio que foi determinante para a saída do clube paulista e o retorno ao Tricolor.

 

 

 

Fonte: GE

Foto: Tomás Hammes

 

 

Relacionados